AMIGOS DO BLOG VEJA E SINTA SEJA UM MEMBRO

29 de dez de 2013

FOI O PADRE ADÃO QUEM ME CONTOU


MAIS UMA CRÔNICA PREMIADA DO AUTOR :HELENHO ANDRADE 

FOI  O PADRE ADÃO QUEM ME CONTOU 


Há anos tentava descobrir a origem desta história, e se ela é real, mas, lembrei-me : foi o “ padre Adão” quem me contou !No topo de um imenso rochedo em Portugal disse ele, existir um antigo monastério. Os visitantes se encantam com o lindo panorama que daí se descortina. Há, porém, um problema sério: o acesso ( eu aqui comparo com a subida do pesqueiro chamado arrependida , na Ilha do Farol . Não há caminho nem escada; elevador, menos ainda. A única maneira de se chegar ao monastério é bem rudimentar e perigosa: eles amarram firmemente um cesto de vime a uma corda. O corajoso deveria receber o prêmio Nobel no quesito coragem , pois a pessoa entra no cesto, que, por sua vez, é lentamente puxado rocha acima por um monge nem tão novo assim.
Um dia, um guia local e um turista que não sei de onde, estavam num cesto que descia lentamente, quando o turista, tomado de pavor, perguntou ao guia: - Sabe dizer se eles trocam essa corda com frequencia? Com certa indiferença , o guia respondeu :: - Oh, sim, a cada vez que a corda quebra.
Qualquer tipo de prevenção que se faça é algo que se deve levar a sério, mesmo que vá à praia do forno a pé ou de barco . Volto a 2000 mil anos atrás no deserto, o povo de Israel recebeu instruções incrivelmente atuais: "Quando edificares uma casa nova, farás um parapeito, no eirado, para que não ponhas culpa de sangue na tua casa, se alguém de algum modo cair dela" (Dt 22.. Bem ensina a sabedoria popular: "É melhor prevenir que remediar".
Verdade no plano material, a instrução de Deus o é ainda mais no espiritual. Se é sábio construir um parapeito no terraço para se evitar uma tragédia, mais sábio ainda é vigiar as nossas vulnerabilidades morais, emocionais e espirituais. É preciso zelar pela segurança da alma, como os que mantêm o bondinho do Pão de Açúcar. Eles se orgulham de que, funcionando desde 1912, o bondinho nunca despencou. Que com igual zelo cuidemos também de nossa fé! Paulo advertiu: "Aquele que está em pé olhe, não caia" (2Co 10.12). Examine a corda que sustenta a sua fé, antes que ela arrebente. Helenho Andrade
Um dia, um guia local e um turista que não sei de onde, estavam num cesto que descia lentamente, quando o turista, tomado de pavor, perguntou ao guia: - Sabe dizer se eles trocam essa corda com frequencia? Com certa indiferença , o guia respondeu :: - Oh, sim, a cada vez que a corda quebra. Qualquer tipo de prevenção que se faça é algo que se deve levar a sério, mesmo que vá à praia do forno a pé ou de barco . Volto a 2000 mil anos atrás no deserto, o povo de Israel recebeu instruções incrivelmente atuais: "Quando edificares uma casa nova, farás um parapeito, no eirado, para que não ponhas culpa de sangue na tua casa, se alguém de algum modo cair dela" (Dt 22.. Bem ensina a sabedoria popular: "É melhor prevenir que remediar". Verdade no plano material, a instrução de Deus o é ainda mais no espiritual. Se é sábio construir um parapeito no terraço para se evitar uma tragédia, mais sábio ainda é vigiar as nossas vulnerabilidades morais, emocionais e espirituais. É preciso zelar pela segurança da alma, como os que mantêm o bondinho do Pão de Açúcar. Eles se orgulham de que, funcionando desde 1912, o bondinho nunca despencou. Que com igual zelo cuidemos também de nossa fé! Paulo advertiu: "Aquele que está em pé olhe, não caia" (2Co 10.12). Examine a corda que sustenta a sua fé, antes que ela arrebente. Helenho Andrade

Nenhum comentário: