AMIGOS DO BLOG VEJA E SINTA SEJA UM MEMBRO

7 de dez de 2013

NATAL INFELIZ OU FELIZ NATAL !

NATAL INFELIZ OU FELIZ NATAL ! No Natal de 1995, o ator e autor, Miguel Falabella, escrevia no O Globo uma crônica dominical, desabafou e falou sobre o Natal: "Há muito tempo não passo um Natal aqui no Brasil. Não vai ser diferente este ano. Quando esta crônica for publicada, vou estar longe. Desde que minha mãe se foi que não vejo muito sentido na celebração. Todos nos reuníamos em torno dela, e era ela quem gostava da mesa sem fim, dos gritos de alegria pela noite adentro, da fantasia alimentada e cultivada em nossos pequenos corações" (Miguel Falabella, crônica Outra vez, a manjedoura, O Globo 24-12-95). O equívoco de Falabella é o equívoco de muita gente. O Natal é uma celebração que deve sempre fazer sentido, com ou sem a presença de qualquer parente que seja. É claro que se pudermos celebrar o nascimento de Jesus junto dos nossos queridos, tanto melhor. Mas nossa celebração não deve ser em nada comprometida porque falte alguém. Além do mais, quem é a figura central do Natal? O Natal não deve ser "em torno dela", mas em torno DELE! Aliás, reside aí o fulcro da questão. Para muita gente, o Natal perdeu o significado porque, de fato, a coisa mais esquisita é celebrar o aniversário de alguém que esteja absolutamente ausente. O mundo moderno ocidental, conquanto se chame cristão, trocou o ator principal do Natal pelos figurantes imaginados pela tradição. O paganismo do nosso tempo trocou Jesus por outros personagens. Assim como na Páscoa, em que "o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo" foi substituído por um coelho, no Natal, o indispensável foi substituído pelo supérfluo, o cristão pelo pagão. Cabe aos seguidores de Jesus lutar para que o Natal volte a ser anúncio de "novas de grande alegria", como foi o primeiro Natal (Lc 2.10). Sei e sou favorável que é preciso, com urgência, descomercializar o Natal! Da mesma forma , entendo e respeito os meus amigos pastores que levaram e lavam os membros de suas igrejas a não comemoração , e, adiam e mascaram esta data. Que posso fazer? Que posso dizer? Sei que a Bíblia não nos outorga que Jesus nasceu no dia 25 de dezembro . As outras justificativas pela não comemoração fica por conta do homem , algo que nem eu nem você devemos aceitar pois isto é algo individual e opcional . Querer tirar o brilho Natalino , a alegria , o partilhar, as brincadei ras ocultas ou não,presentes lindos ou pequenas lembranças , o cartão, o abraço, o beijo , é o mesmo que extrair da memória o significado do dia 25 de dezembro ! Seria utópico dizer que muitos seguidores , participantes e membros dessas igrejas nesta data , usarão as mesmas roupas costumeiras, e , que em suas mesas o cardápio não fugirão dos padrões normais . Paro aqui . O brilho e o sentimento do Natal jamais será ofuscado por meras frases , pois não é imposto, vem de dentro para fora de cada ser humano . UM FELIZ NATAL !
Helenho Andrade

Nenhum comentário: