AMIGOS DO BLOG VEJA E SINTA SEJA UM MEMBRO

24 de out de 2010

simbolos maçõnsILLUMINATI PRIMEIRA PARTE -VEJA MAIS

A Pirâmide e o All-Seeing-Eye na nota de dólar americano são os mais novos símbolos de “teorias da conspiração”. Eles revelam ao mesmo tempo quem são os conspiradores, de onde eles são e para onde querem ir. O Great Seal é um fato de ocultismo e Maçonico, provado pelos escritos dos próprios Pais Fundadores e documentações maçonicas. Nenhuma teoria de conspiração nisso. Aqui daremos uma olhada em seu significado esotérico e uso em logos de empresas.
Nenhum outro símbolo encarna tão perfeitamente a natureza da raízes do ocultismo da America. A Grande Pirâmide e o All-Seeing-Eye estão impressos na moeda corrente e são usados em inúmeros logos de empresas. Isso pode lhe dar uma idéia do quem controla o mundo financeiro e dos negócios.
Alguns sites percorrem longos caminhos para desmistificar o Great Seal como sendo um símbolo maçonico. Através de razões do estilo sofista e vagas explicações, mais insultos que explicações propriamente ditas, esses sites desinformam os leitores e buscam informar o mínimo possível. Você quer realmente saber se o Seal é um símbolo maçonico ? Se sim, vá direto à fonte e veja o que os Pais Fundadores e autores Maçons dizem do assunto. Isso é o que faremos.
Sociedades Secretas e seus papéis na America
Irmandades secretas (ex. Rosacruz, Maçonaria e Illuminati) mantiveram um ideal democrático vivo através da Idade Média e organizaram secretamente sua ressurreição no mundo Ocidental.
“Por mais de trezentos anos, as sociedades secretas trabalharam para criar um pano de fundo de conhecimento necessário para estabelecer uma democracia iluminada entre as nações do mundo”- Manly P. Hall, Secret Destiny of America
Sir Francis Bacon, um filósofo britânico, político, cientista, advogado, jurista, autor e o primeiro Grande Mestre da Maçonaria moderna escreveu em 1623 “The New Atlantis” onde ele prevê a America como sendo uma terra organizada e controlada pela filosofia Rosacruciana. Este livro profético descreveu a terra onde instituições filosóficas e científicas reinariam no coração do Império humano.
Na forma de uma viagem imaginária, Bacon prevê as instituições americanas influenciadas por filosofias de ocultismo.
Tributos à Francis Bacon e sua célebre frase “Conhecimento é Poder” podem ser encontrados por toda Washington DC, provando sua importância aos olhos dos Pais Fundadores.
A nova nação Americana também estava sob influência dos Illuminati, uma ordem de ocultismo Européia a qual Winston Churchill considerou ser uma força escondida por trás da Revolução Francesa. George Washington discute a influência dos Illuminati na America em uma carta escrita em 1798.
Carta escrita por George Washington em relação às sociedades secretas na America
Transcrição:
Mount Vernon, 24 de Outubro, 1798.
Revd Sr: Tenho seu favor do 17o. em frente a mim; e meu único motivo para incomodá-lo com o recebimento desta carta, é para explicar, e corrigir um erro o qual corro atrás no qual sou obrigado, frequentemente, a escrever cartas, o levou a isso.
Não foi minha intenção duvidar de que, as Doutrinas dos Illuminati e os princípios do Jacobismo não se espalharam pelos Estados Unidos. Ao contrário, ninguem esta mais satisfeito que eu em relação a isso.
A ideia que eu disse na conversa, foi que, eu não acredito que as Lojas dos Maçons neste país tenham, como Sociedades, conseguido propagar as regras diabolicas do primeiro, ou princípios perniciosos do ultimo (se eles forem suscetiveis a separação). Os Indivíduos deles podem ter conseguido, ou que o fundador, ou o instrumento empregado para fundar, as Sociedades Democráticas nos Estados Unidos, podem ter tido esses objetos; e na verdade tiveram uma separação do Povo de seu Governo à vista, é muita evidência a ser questionada.
Como pudemos ver, George Washington confirma a influência acobertada dos Illuminati na formação dos Estados Unidos e diz que “ninguem esta satisfeito deste fato” do que ele está. Isso não deveria ser uma surpresa, considerando o fato de que Washington é considerado um dos mais importantes Maçons na história da America.
Gravura: “Washington como um Maçon”
Outra imagem Maçonica. Note o All-Seeing Eye e o “Grande Arquiteto”
Muitos outros atores nas revoluções americanas foram Maçons.
20 Grandes Nomes da Revolução Americana:
* John Adams – Falou favoravelmente à Maçonaria
* Samuel Adams – Associado à Hancock, Revere e outros Maçons
* Ethan Allen – Maçon
* Edmund Burke – Maçon
* John Claypoole – Maçon
* William Daws – Maçon
* Benjamin Franklin – Maçon
* Nathan Hale – Sem evidências de conexões maçonicas
* John Hancock – Maçon
* Benjamin Harrison – Sem evidências de conexões maçonicas
* Patrick Henry – Sem evidências de conexões maçonicas
* Thomas Jefferson – Deísta com algumas evidências de conexões maçonicas
* John Paul Jones – Maçon
* Francis Scott Key – Sem evidências de conexões maçonicas
* Robert Livingston – Maçon
* James Madison – Algumas evidências de ser membro maçon
* Thomas Paine – Humanista
* Paul Revere – Maçon
* Colonel Benjamin Tupper – Maçon
* George Washington – Maçon
* Daniel Webster – Algumas evidências de conexões maçonicas
- Al Dager, A Masonic History of America
Como podemos ver na lista acima, Benjamim Franklin foi também um Maçon notório. Sua influência no desenvolvimento da America como a conhecemos é colossal.
“Homens ligados por um juramento secreto de trabalhar na causa da democracia mundial decidiram que nas colônias Americanas eles iriam plantar raízes de uma nova maneira de viver. Irmandades foram estabelecidas para encontros secretos, e eles quietamente e industrialmente condicionaram a America à seu destino por liderança do mundo livre… Benjamin Franklin exercitou uma influência psicológica enorme nas políticas coloniais como sendo o porta-voz indicado de filósofos desconhecidos; ele não fez as leis, mas suas palavras se tornaram leis”. – Manly P. Hall, Secret Destiny of America
Mantendo estes fatos em mente, podemos entender melhor as origens maçonicas do Great Seal dos Estados Unidos.
“Misticismo europeu não estava morto no momento que os Estados Unidos foram fundados. A mão dos Mistérios controlado no estabelecimento de um novo governo, ja que a assinatura dos Mysteries podem ainda ser vistas no Great Seal. Análises cuidadosas do seal mostram uma massa de ocultismo e símbolos Maçonicos”. – Manly P. Hall, Secret Teachings of All Ages
O Great Seal, uma assinatura Maçonica
O desenho do Great Seal passou por três comitês onde inúmeras idéias foram enviadas. Parece que existia um consenso em torno do uso de uma pirâmide contendo exatamente treze degraus e/ou a representação do “Olho da Providência”. Aqui estão os enviados mais importantes.
Desenho da Proposta de Du Simitiere enviado durante o primeiro comitê mostrava “O Olho da Providência” em um Triângulo radiante cuja Glória se extende sobre o Escudo e além das Figuras”
Pirâmide de Hopkinson em 1778. “Perrennis” significa “Através dos anos”
Proposta de William Barton – Terceiro Comitê
Os Elementos escolhidos dos três comitês foram selecionados e combinados para criar o selo oficial:
Renderização Oficial do reverso do Great Seal
As três pirâmides acima contém exatamente 13 degraus. Enquanto dizem que representam as 13 colônias originais da America, o numero 13 tambem representa um significado esotérico importante: É um dos números sagrados da Maçonaria e uma importante figura na numerologia do ocultismo.
[i]“O significado do número místico 13, que frequentemente aparece no Great Seal dos Estados Unidos, não esta limitado ao número de colonias originais. O emblema sagrado dos iniciados antigos, aqui composto por 13 estrelas, também aparece acima da cabeça da “águia”. O motto, E Pluribus Unum, contém 13 letras, assim como também a inscrição Annuit Coeptis. A “águia” segura em sua garra direita um ramo que ostenta 13 folhas e 13 frutos, e, em sua garra esquerda, um maço de 13 flechas. A face da pirâmide, exclusiva do painel contendo a data, consiste de 72 pedras arranjadas em 13 fileiras”. – Hunt, History of the Seal of the United States
O All-Seeing Eye e a pirâmide são típicos simbolos maçonicos e podem ser encontrados em ínumeros locais.
Monumento Maçonico em Israel com o All-Seeing Eye no topo da pirâmide
All-Seeing Eye dentro de um triângulo
Dois olhos dentro de dois triângulos neste símbolo maçon antigo
Milhares de outras imagens podem ser colocadas aqui. Dizer que o reverso do Great Seal não tem conexão com ordens de ocultismo é simplesmente inconcebível. Manly P. hall, Maçon de 33o. grau e considerado “o maior filósofo maçon” escreveu:
“Se alguem duvidar da presença da Maçonaria e das influências de ocultismo no momento que o Great Seal foi desenhado, essa pessoa deveria considerar os comentários do Professor Charles Eliot Norton de Harvard, que escreveu em relação à pirâmide inacabada e o All-Seeing Eye que adornou o reverso do selo, como segue: “O aparato adotado pelo Congresso é praticamente incapaz de tratamento efetivo; dificilmente pode (entretanto artisticamente tratado por um designer) parecer outra coisa a não ser um emblema da irmandade da Maçonaria”.
Ele continua sobre o assunto:
“Não apenas muitos dos fundadores dos Estados Unidos eram Maçons, mas eles receberam ajuda de um corpo secreto existente na Europa, o qul ajudou-os a estabelecer esse país para um objetivo peculiar e particular conhecido apenas aos iniciados. O Great Seal é a assinatura deste corpo exaltado secreto e para a maior parte desconhecido – e a pirâmide não acabada é o lado contrário.” – Manly P. Hall, Secret Teachings of All Ages
Em seu livro “Secret Destiny of America”, M.P. Hall descreve o místico papel da America na História, como visto por ordens de ocultismo. Ele diz que a America foi colocada com um papel divino em trazer uma nova era de política, filosofia, economia e religião, onde os “Illuminados” ficam a frente do destino do mundo. Os dizeres “Novus Ordo Seclorum” (que significa “Nova Ordem das Eras”), se refere à esse objetivo antigo e pode ser associado com os conceitos da atual “Nova Ordem Mundial”.
Significado de Ocultismo do Great Seal
Simbolos de ocultismo frequentemente escondem níveis numerosos de interpretações e o Great Seal não é uma exceção.
O Great Seal mostra a Grande pirâmide de Gizeh, a qual nunca foi acabada devido ao espigão que faltou. Nenhum espigão nunca foi encontrato próximo de suas instalações, a qual levou os pesquisadores a concluir que a Grande Pirâmide foi feita para ser inacabada. Os construtores podem ter desejado significar que apenas Deus é completo. No Great Seal, o All-Seeing Eye do Grande Arquiteto completa efetivamente a pirâmide. O uso da pirâmide é um significado de ordens de ocultismo, que consideram estes monumentos como as maiores representações dos Mistérios.
A natureza inacabada da pirâmide é uma referência óbvia ao projeto inacabado (Nova Ordem das Eras) a qual esta sendo “supervisionado” por Deus. A pirâmide apenas se completará quando a Nova Ordem se estabelecer na Terra. Os dizeres misteriosos “Annuit Coeptis” significam que Deus aprova o projeto monumental tomado pela America.
A representação de Deus como um olho único esta distintamente oculto na natureza e tem suas raízes em simbolismo egípcio como o Olho de Horus.
No Antigo Egito, o Olho de Horus também representava o Sol, a Divindade Suprema
Alguns autores argumentam que o All-Seeing Eye tambem foi usado em monumentos Cristãos, consequentemente desprovido do fato de que era um símbolo maçon. Eles entretanto omitem o fato de que os Maçons construíram inúmeras igrejas e Catedrais desde a Idade Média, incorporando seus símbolos de maneiras sutis mas ainda assim, visíveis.
O Great Seal também representa o Homem – uma combinação de corpo físico (a pirâmide) e uma alma divina (o espigão flutuante), o qual pertence ao mundo espiritual. Para acessar a presença divina em cada ser humano, cada um deve chegar à “iluminação”.
O mesmo princípio pode ser usado ao mundo como um todo. Nesse caso, a sociedade é representada pela pirâmide e o espigão representa a elite iluminada – que atingiram a divindade virtual – e esta acima das massas.
A data que aparece embaix da pirâmide, 1776, refere-se à Declaração da Independência dos Estados Unidos. Esotericamente, 1 de Maio de 1776 também é a data da fundação dos Illuminati da Bavaria, criado por Adam Weishaupt. Hoje em dia, diz-se que os Illuminati encorpam os “degraus secretos” da Maçonaria, reservados apenas para aqueles que atingiram a 33o. grau honorário. O espigão flutuante também pode se referir aos membros dos degraus secretos.
Uso do Great Seal em Logos de Corporações
Muitas companhias incorporam um ou muitos símbolos do Great Seal em seus logos de empresas. Aqui alguns exemplos:
Pirâmide com espigão separado/iluminado
Olho dentro de um triângulo
Algum tipo de raio da morte saindo do Olho da Providência. Provavelmente o pior pesadelo dos teoristas de conspirações
Olho dentro de triângulo + bússola maçonica e quadrado
Grande All-Seeing Eye
All-Seeing Eye e o que parece ser um Ouvido
Conclusão
Uma teoria da conspiração ainda é teoria se os conspiradores admitem uma conspiração ? Não, eles se tornam fatos provados. Provas de origens de ocultismo no Great Seal podem ser facilmente encontradas com pouca pesquisa. Estudando os significados secretos do Selo consequentemente leva à descoberta da tarefa secreta da America: arrumar uma nova era da civilização.
Nos tempos antigos, as pessoas do Egito tinham idolos para adorar enquanto os sábios entendiam as forças ocultas da representação destes ídolos. No mundo atual, as pessoas tem a mitologia americana, recheada com pioneirismo e patriotas enquanto os iniciados entendem a história esotérica da America. O enigmatico simbolo da piramide inacabada com o All-Seeing Eye acima mostra o sonho original americano, o fundo filosófico dos Pais Fundadores e o maior foco na História. O olho do Grande Arquiteto ve todos os significados o que mostra que ele concorda e aprova o Grande Trabalho. A Questão é: Quem é esse deus?


GOSTOU?DEIXE SEU COMENTÁRIO .BEIJOS DE PAZ

Nenhum comentário: